Homens de barba



Depois fazes a primeira vez e a partir daí…se cresce um pouco é sinal de desleixo e lá vem critica …e barbear… nem sempre apetece gastar o tempo extra nessa tarefa.

Com naturalidade os tempos em que precisas usar a maquina de barbear encurtam e dás por ti zangado com a cena de ter pelos na cara, que raio, que trabalheira manter a face imberbe. ( se o corpo produzir muita testosterona e ainda por cima praticarem desporto, a rapidez de crescimento é mesmo muita e a pachorra para pegar na lamina cada vez menor)

Depois, todos, quase todos vá lá, deixaram crescer para ver como ficava (na verdade para não terem o trabalho de barbear)…uns gostaram e passaram a usar, mas a maioria acabou por ao fim de algum tempo voltar a barbear.

A maioria porque alguém próximo, a mãe, namorada, familiar começaram a reclamar da aparência, uns poucos porque não gostaram assim tanto de se ver.

Depois há uns que voltam a pensar ostentar uma marca de personalidade e decidem ter mesmo barba.

Também aqui há lutas…cresce devagar…não cobre a cara toda…faz comichão no crescimento…a mãe e a tia criticam…

Uns ficam-se por aqui, barbeiam e reclamam o resto da vida com o karma de crescerem pelos faciais aos homens, outros barbeiam e conformam-se (tal como as mulheres se conformam que a depilação faz parte da sua vida).

E alguns, decidem usar barba.

E outros, umas vezes usam e outras alturas barbeiam.

A barba, ou o tratamento que lhe dão, curiosamente acompanha também as fases que cada um passa, é talvez o indicio mais visível do estado de espirito de um individuo.

Quantas vezes porque se está de férias, dá-se folga à lamina? porque há um problema se atrasa o dia (ou dias) de barbear ou se deixa de a aparar? Ou quando um acontecimento importante está iminente se barbeia com menos intervalo que o habitual ou se vai aparar ao barbeiro?

Ou seja, a barba faz parte de toda a vida do homem, de todos os homens, desde a infância quando ela representa um marco, de crescimento que irão atingir, a todo o resto do tempo depois de ela aparecer.

Bem sei que quando se fala em barba a primeira imagem é de um barbudo, mas a verdade é que ela está presente em todos os homens e por isso há uns que a barbeiam.

Todos os homens, são homens de barba!

8 visualizações

CONTACTOS:

   

TELEMÓVEL:

+351 962 477 812

    

E-MAIL:

drbarbas@drbarbas.pt

  • WhatsApp

REDES SOCIAIS:

   

    

 PAGAMENTO SEGURO:

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube

MAPA DO SITE:

   

DESTAQUE:

Copyright © 2019 - Dr. Barbas - All rights reserved. Design: A-Design  | Comunicação: Sónia Antunes

  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza
  • YouTube